E-Learning 2.0 – Inovação e Pedagogia

16 Fevereiro 2008

A TecMinho/Gabinete de Formação Contínua da Universidade do Minho promoveu, ontem, o Seminário “e-Learning 2.0 – Inovação e Pedagogia” no Centro de Congressos da Exponor.

O evento, integrado na Feira Qualific@ – Feira de Educação, Formação, Juventude e Emprego, foi dedicado às pedagogias do e-learning, focando uma série de experências levadas a cabo por universidades, empresas e corporações na promoção de aprendizagens significativas para os alunos, formandos e profissionais portugueses.

Neste evento foram apresentadas ferramentas informáticas e plataformas de suporte ao e-learning, para além de projectos inovadores do ponto de vista tecnológico, pedagógico e social.

O leque de oradores foi de grande qualidade.

O programa foi o seguinte:

  • Parte I – INOVAÇÃO TECNOLÓGICA
    Sessão moderada pelo Paulo Dias, Universidade do Minho.
    • CASPOE: Sistema para a Reutilização de Objectos de Aprendizagem
      Carlos Vaz de Carvalho e Isabel Azevedo, ISEP – Instituto Politécnico do Porto
    • Ferramentas inovadoras e conteúdos para eLearning
      Arnaldo Santos e Lúcia Moreira, PT Inovação
    • Repositório e-learning da TecMinho/UMinho
      Ana Dias e José Carvalho, TecMinho-UM
  • Parte II: INOVAÇÃO PEDAGÓGICA
    Sessão Moderada por Ana Augusta Silva Dias, TecMinho-UM
    • Inovação Pedagógica na UP
      Rita Falcão, IRIC, Universidade do Porto
    • Ensino da Toxicologia no âmbito do Projecto e-learningUP
      Fernando Remião, Fac. Farmácia, Universidade do Porto
    • Second Life e Educação
      Luís F. Pedro, Universidade de Aveiro
    • Inovação e Tecnologia na UM
      Filipe Rocha, SAPIA, Universidade do Minho
    • Aprendizagem em Rede – O caso da AML
      Ricardo Branco, Área Metropolitana de Lisboa
    • Projecto e-Conhecimento da TAP
      Jorge Santos Farromba, Centro e-learning TAP

Do debate, aqui ficam algumas das minhas notas:

Leia o resto deste artigo »